FIVETECH TURBO

O icônico motor da Fiat equipa o carro de seis competidores na Outlaw 250.

yuri_motor

Este é o maior número desde o início da prova.

Alguns destes competidores vem para brigar não só por classificação, mas pela ponta.

————————————————————

Um dos mais conhecidos é Mateus Bordin. Com mais de uma década de experiência no motor cinco cilindros da Fiat, Bordin é uma referência nacional em Fivetech.

Na Outlaw 250 tem um bom retrospecto. Com seu Coupé Fivetech quase chegou a final do TOP 16.

Clique aqui para ver o vídeo do Fiat Coupé avançando no TOP 16 de 2014!

marea_mateus

Em 2015 estreou a Marea na Outlaw 250, classificando para o SUPER 16

Ano passado substituiu o Coupé pela Marea, que estava montando faziam alguns anos. A estreia foi justamente na Outlaw 250.

No autódromo – um dia antes da corrida – percebeu um problema no carro.

Levou de volta para a oficina, arrumou durante a noite e conseguiu acelerar no domingo – e bem, classificando para o SUPER 16.

mateus

Este ano teve mais tempo de preparação. Além disto realizou algumas modificações no auto.

Dentre elas, a instalação da injeção FuelTech FT 500.

Recentemente esteve no dinamômetro da Power Up para realizar acertos. A equipe do Digital Racing registrou o momento, no vídeo abaixo:

A competição é sempre uma surpresa, mas Mateus Bordin se classificou em todas edições da Outlaw 250 que participou. É um competidor para ficar de olho.

——————————————————-

Outro competidor que almeja a vitória na prova é o catarinense de Florianópolis, Yuri Farias.

uno-yuri

O Uno Fivetech do Yuri é conhecido em todo o meio da arrancada brasileiro.  O piloto vem trabalhando no carro fazem anos.

yuri

Antigo Uno do Yuri em Curitiba. Na época cinco cilindros aspirado.

Em 2013 Yuri competiu na Outlaw 250 pela primeira vez. Teve um resultado surpreendente, classificando entre os primeiros.

Foi também um dos primeiros pilotos de tração dianteira com um tempo de 60 pés de 1,5s  em Tarumã.

Este retrospecto sempre deixou a galera que torce pelo Uno na expectativa de uma vitória.

Porém, em 2013 um problema no solenoide de nitro não permitiu ao piloto fazer uma boa disputa nas eliminatórias.

Em 2014 foi forçado a abandonar depois de um problema no câmbio.

Abaixo um vídeo feito pelo JC Racing, do Uno na Outlaw 250 de 2014:

Em 2016 Yuri volta mais preparado, e com uma configuração de motor bem diferente.

O motor aspirado (com muito nitro) foi substituído por um motor turbo. A injeção agora é a FuelTech.

yuri-1

Uno do Yuri em 2013, quando ainda era aspirado

Não sabemos se a 250 será a a estreia do motor turbo do Yuri na pista, mas mesmo se for, é crível esperar bons resultados deste conjunto.

——————————————————

Existe outro piloto catarinense, este de Criciúma, que acelera de Fivetech.

Douglas Pereira, conhecido por muitos como “Macaco”, tem um Marea Weekend Turbo já fazem cinco anos.

macaco

Preparada pelo Zé da Staudt Motorsports, o Fivetech rende mais de 600cv, gerenciado por uma injeção eletrônica Pro Tune, modelo PR 660.

macacostaudt

O auto do Douglas, apesar de toda potência, não é especificamente de competição. Mas o Marea não tem medo da pista, como podem ver na imagem abaixo:

marearolo

MWT do Douglas, derretendo os dois pneus dianteiros no rolo em Tarumã

E o que não vai faltar é competição para o Douglas e sua MWT.

———————————————————–

O gaúcho (atualmente em Santa Catarina) Elizandro Pacheco também acelera uma MWT de rua.

mareaelizandro

A MWT foi durante muito tempo um objetivo para Elizandro. Em 2007 adquiriu o primeiro Fivetech, uma Weekend aspirada. Fez algumas modificações, uma delas a instalação de um kit nitro.

Em 2009, dois anos depois veio a MWT. Em 2011, acelerando no Racha Tarumã, o motor apresentou problemas.

Foi quando Elizandro decidiu avançar na preparação do Fivetech. Sob os cuidados de Rafael Pires (Rafastra), a Marea recebeu pistões e bielas forjadas.

Foi nesta fase também que a MWT recebeu uma injeção PnP da Megasquirt, modelo 3.

motorelizandro

Recentemente no dinamômetro, o motor gera uma potência de 350 whp (nas rodas), no vídeo abaixo:

Elizando Pacheco acelera de Fivetech desde a época da Noite do Desafio em Tarumã, em 2010.

Este ano ele está confiante que será a melhor participação da MWT na pista.

————————————————————

Com certeza não irão faltar referências para os amantes do motor Fivetech:

tailor

Tailor Santanna é um preparador de Esteio, região metropolitana de Porto Alegre.

Proprietário da Tailor Motors, a oficina trabalha com manutenção e preparação de motores.

Pela primeira vez na Outlaw 250, o seu resultado ainda é uma incógnita.

Porém Tailor tem ocasionalmente acelerado no Racha Tarumã, com bons resultados.

Recentemente acelerou em Santa Cruz do Sul, onde foi acompanhado pela equipe do Project Films, que produziu ótimas imagens do MWT vermelho do Tailor:

tailorestrada

Tailor possuí a Marea há quase uma década.

Desmontou todo o carro, fez tudo do zero.

O motor gera 460 cv nas rodas, com 52kg de torque.

A injeção é FuelTech.

tailormarea

Tailor acelera pneu slick.

————————————————————

E tem mais um Marea, a mais rápida entre as de rua. A MWT do Luiz Villa, o “Maguéia”:

14484945_1601275000169117_2253483324817100135_n

Luiz possuí o auto fazem quase sete anos.

Como só em filme as coisas acontecem da noite para o dia, Luiz passou um bom tempo montando sua MWT. Foram quase cinco anos.

O responsável pela montagem do Fivetech é Mateus Bordin.

O resultado valeu o esforço.

No dino de rolo, o carro apresenta um torque e uma potência de respeito:

E na pista acelera forte também. Capaz de acelerar no 8s baixos na noite de Tarumã, é provável que vá apresentar resultados melhores na 250.

Certamente um carro com capacidade para buscar uma vaga entre os 31 que vão para as finais.

Luiz acelera de pneu slick.

magueialuiz

Outlaw 250 – 06 de Novembro – Tarumã